Pesquisar este blog

sábado, 22 de abril de 2017

Medo de mostrar a cara.

Resultado de imagem para imagem de medo de mostrar a cara no facebookNão é novidade nenhuma falar do fenômeno das "selfies", embora essa mania ou modismo esteja longe de passar. Parece que, definitivamente, as pessoas decidiram que todo instante vivido merece ser devidamente registrado e guardado para a posteridade. Estamos, sem sombra de dúvida, empenhados em deixar bastante material para os estudiosos do futuro. Se os homens primitivos esculpiam gravuras nas pedras, nós fazemos "selfies". Difícil acreditar que tantos rostos de pessoas sorrindo para fingir contentamento e felicidade interessem ou tragam algum tipo de informação que sirva para um estudioso do futuro compreender o nosso estilo de vida.  
Brincadeira à parte, o que quero falar vai na contramão de tudo isso. Existe um outro fenômeno que talvez também não vá interessar a estudiosos do futuro, mas que gera, no mínimo, uma suspeita no presente. É o hábito que muitos usuários de internet têm de não usarem as suas próprias imagens e nomes nas mídias sociais das quais participam. Muitos trocam as suas fotos por animais, escudos de times, personagens de desenho animado, artistas de cinema e da música falecidos e vai por aí. 
Por que agem assim? Seria medo de mostrar as suas caras? Se a resposta é positiva, qual seria a motivação? Timidez? Complexo? Caso seja por timidez ou complexo, não é difícil entender. Afinal, nem todo mundo é tão desinibido assim, não é? Embora esconder-se atrás de uma figura real ou imaginaria, acredito, não seja a melhor maneira de enfrentar o problema.
Porém, existe ainda a possibilidade de que a pessoa use esse tipo de artifício para poder ficar mais à vontade para cometer crimes e não ser facilmente identificada. É claro que cada caso é um caso. Não podemos generalizar. 
No entanto, numa época em que as pessoas fazem tanta questão de mostrarem as suas caras o tempo inteiro, valer-se desse tipo de expediente é no mínimo suspeito e deve ser visto com alguma cautela. Quando recebo um convite de amizade de alguém que não mostra a sua cara, simplesmente não aceito, por mais "engraçadinho" ou moderno que possa parecer.
Se alguém entra numa rede social tem que ser para mostrar a cara. As redes sociais, em minha opinião, já não inspiram muita confiança e sempre devem ser usadas com cuidado e atenção e isso pode começar pela foto de apresentação e pelo nome do usuário. A foto e nome precisam ser da própria pessoa e não falsos. Convém aos complexados e tímidos enfrentarem seus medos e não se esconderem. Esse é o melhor caminho.

Bom final de semana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário