Pesquisar este blog

domingo, 23 de agosto de 2015

Poder contra o demônio.

Nunca se falou tanto em demônio como agora. De certa forma, a igreja católica e as igrejas evangélicas são as grandes responsáveis por toda essa publicidade em torno da personificação do mal a qual se dão diferentes nomes, dependendo da região. Há quem o chame de capeta, coisa ruim. chifrudo, cramulhão, demo. anjo caído e uma infinidade de  outros nomes.
Também há quem evite tocar em seu nome acreditando que só isso já é o bastante para atrai-lo juntamente com suas "artes". Essas pessoas usam todo tipo de subterfúgio para manter o "coisa ruim" bem longe delas, de sua família e de seus negócios.
.Da minha parte, acho tudo isso um grande exagero, fruto da dualidade bem e mal. De um lado Deus, a personificação do bem, e do outro ele, o diabo, que faz de tudo para que nós, pobres mortais, nos afastemos do bem e nos chafurdemos pelos caminhos do mal.
Até pode ser que isso seja verdade.  Mas não se pode esquecer que o bem e mal habitam dentro de nós. Somos nós que damos morada para um ou para o outro, depende do nosso estado de espírito, da forma como encaramos a vida.
Se vemos tudo pelo lado positivo, acreditando que mesmo os momentos difíceis que atravessamos trazem muito de positivo para o nosso desenvolvimento espiritual, não vemos o diabo em tudo. Pelo contrário,  a queda se torna motivo de alerta.
Agora, se vemos tudo pelo lado negativo, o mal estará sempre por perto e qualquer tropeço se transforma num "trabalho" que fizeram para nos derrubar. E aí, partimos para a crença errônea de que todos querem nosso mal.
É claro que ninguém é santo. Todos temos as nossas fraquezas. Por isso, quando for acometido desse tipo de pensamento, lembre-se que é filho(a) de Deus e que nenhum mal pode te atingir. Essa crença te fará forte o bastante para enfrentar o que for que se apresentar.
Além do mais, nunca devemos esquecer que o mal se combate com o bem. Portanto, desejar o bem para todos os nossos familiares, amigos, colegas, para toda a nossa cidade, para o nosso país e para o planeta  é uma boa maneira de apaziguar o nosso mundo tornando-o um lugar onde não haja espaço para o mal.
Nossa maior força contra o demônio é moral. Se somos capazes de fazer coisas baixas, não adianta reza, patuá, o que for. O demônio não respeita aqueles que agem como ele.

Bom domingo.