Pesquisar este blog

sábado, 12 de outubro de 2013

Oração aos caídos.

     Alguém que conhece um pouco de espiritismo ou tem alguma noção de céu e inferno deve concordar comigo. Ao andar pelas ruas, sobretudo em grandes centros como o Rio de Janeiro, onde eu moro, muitas vezes tem-se a sensação de que estamos andando no vale das sombras, o local habitado por espíritos sem luz e sem paz.
     Eu sei que a imagem é forte e eu corro o risco de estar sendo exagerado, mas é assim mesmo que eu me sinto toda vez que passo pela região da Lapa. Pessoas bêbadas, drogadas, caídas e jogadas pelo chão. Uma visão, como já disse, infernal.
     Isso, além de me fazer sentir impotente, me faz pensar muito: o que leva uma pessoa à essa situação extrema? O que leva alguém a perder qualquer tipo de amor próprio e se deixar jogar pelas ruas como se fosse um animal irracional?
    As respostas podem ser muitas, não é mesmo? Desemprego, desilusão amorosa ou não, drogas, abandono, loucura, enfim, qualquer motivo pode levar alguém a esse tipo de situação. E quem tem que cuidar disso? Alguns já tem logo a resposta na ponta da língua: o governo. Sim, o governo. O tão aclamado "governo".
    Será que temos mesmo "governo"? Às vezes, eu tenho dúvida de que isso que temos seja mesmo governo. Mas esse é um assunto controverso, resvala para a polêmica e não é isso o que eu pretendo aqui. O que quero salientar é que se alguém, como eu, vê essas pessoas que vivem pelas ruas caídas como espíritos que se afastaram da "luz", o único jeito é orar para que elas retomem o caminho perdido, que levantem e sigam.
      Não é do homem ficar  caído. Talvez seja natural cair. Ninguém está livre de ter quedas, mas é preciso sempre se levantar e a oração é sempre uma boa maneira de fortalecer o espírito para que ele volte a animar o corpo de maneira que ele fique de pé e senhor dos seus atos e ações.
     Antes de ser feio ver pessoas caídas pelas ruas, é triste. Triste ver irmãos nossos sem razão para viver ou vivendo simplesmente como bichos. Quanto passar por alguém nessa situação você pode até dar esmolas. oferecer ajuda material, mas o que ela está precisamos mesmo é de oração. Ofereça à ela sua oração. Ore pedindo  a Deus, no seu credo e da sua forma, para que aquele irmão retome a sua vida.
    Por mais que a terra seja um planeta de expiação, aqui não é o vale das sombras, é onde devemos aprender a nos levantar sempre que cairmos.
Fé e luz no seu caminho.