Pesquisar este blog

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

"Assunção de Nossa Senhora".

   No dia 15 de agosto de 2011, na Igreja de Nossa Senhora da Glória, no Largo do Machado, participei da encenação da "Assunção de Nossa Senhora" . A peça, escrita por mim em parceria com Bill Sala, narra o que seria o dia da "morte" de Nossa Senhora, dia em que ela foi assunta aos céus e como aqueles que conviviam com ela viveram esse momento tão especial na história do cristianismo nascente. Pela peça desfilam personagens conhecidos como os apóstolos Pedro e João, Maria Madalena, Maria de Cleófas e outros contemporâneos de Jesus e própria Maria de Nazaré. 
     Acredita-se que Nossa Senhora não teria morrido e sim ascendido aos céus de corpo e alma (daí originado o "Dogma da Assunção" promulgado pelo Papa Pio XII, em 1950) como seu filho Jesus. Ou mesmo que teria "dormido" como dizem os adeptos da "dormição de Maria".
    A peça resultou num trabalho bonito, do qual senti muito prazer em participar. Poucos vezes , como ator, tive a sorte de participar de um espetáculo em que pudesse me orgulhar de estar envolvido e este foi um desses raros momentos. Senti-me muito feliz em poder fazer parte dessa homenagem à Mãe de Jesus e de perceber o quanto é importante para toda a comunidade católica a "presença" de Maria, a história de vida dessa mulher, seu exemplo de abnegação. Não há quem não fique tocado com a história de vida dessa mulher que foi escolhida para ser a mãe do filho de Deus e abriu mão de tudo para atender a esse chamado.
     Há quem discuta o valor de Maria, acreditando que seu papel na vinda de Jesus ao mundo teria sido meramente coadjuvante e que qualquer mulher poderia estar no seu lugar.  Pena, pois nela está representado, no céu e abaixo dele, todo amor maternal do qual nenhum filho pode prescindir e, assim sendo, nem Jesus.
     Do espetáculo, que teve direção de Bill Sala, participaram: Bill Sala, Julio Fernando, Gisele Salman, Analú Buarque, Bruno, Elana e Bernardo. Abaixo está postado o espetáculo na íntegra que eu recomendo que assistam. Além de ser um bom espetáculo, tem o adicional de ter acontecido na Igreja de Nossa Senhora da Glória do Largo do Machado: uma igreja belíssima e que merece ser vista.