Pesquisar este blog

terça-feira, 1 de novembro de 2016

Cuidado com o que fala.

Resultado de imagem para imagem de cuidado com o que falaÉ do conhecimento geral que as palavras têm grande força. Uma vez proferidas, elas não voltam mais para a boca de onde saiu. Ela cumpre o seu destino e transforma-se em realidade. Boa ou ruim, vai depender do vocabulário que usamos, do tipo de emoção que vivenciamos naquele momento. Por isso é preciso pensar muito bem antes de sair dizendo coisas por aí.
Para entender isso, basta lembrar do fato de que tudo no mundo originou-se da palavra. Conforme nos dia a Bíblia, foi através do verbo (isto é, a palavra) que Deus criou o mundo e tudo o que nele há.Também, a sabedoria popular está sempre nos advertindo:
- Cuidado com o que diz. A palavra tem poder.
Infelizmente, vivemos ignorando todos os avisos e continuamos falando o que bem entendemos sem nos preocupar com o que elas podem trazer e que com elas estamos, a exemplo do que fez o próprio Deus, construindo o nosso mundo. 
Mundo esse que desejamos que seja o melhor possível: cheio de paz, alegria e tudo de bom que se possa imaginar. Afinal, ninguém é bobo de querer viver num mundo triste, feio e sem a tal ansiada felicidade. No entanto, as nossas palavras quase sempre desmentem isso. Estamos acostumados a acreditar que fazer do mundo um lugar melhor é tarefa dos outros e não nossa.
É aí que mora o maior dos enganos. Depende somente de nós e isso começa com o tipo de vocabulário que usamos, com as palavras que diariamente saem de nossas bocas. Se elas são de critica destrutivas, xingamentos desnecessárias, brigas que poderiam facilmente ser evitadas, incompreensões e irritação não podem gerar algo bom. O nosso mundo vai ser, com certeza, o reflexo disso.
Portanto, precisamos ter muito cuidado com o que falamos. Se queremos um mundo bom e agradável á nossa volta, é através das nossas palavras que ele vai se materializar. Esse nosso mundo ideal não virá de fora de nós, é do nosso interior que ele vai sair. Nunca devemos esquecer que palavras doces e gentis geram um mundo doce e gentil. Palavras de ódio, raiva e rancor geram um mundo de ódio, raiva e rancor.
Antes de reclamar do mundo á nossa volta, devemos fazer um exame de consciência para saber o que tem saído de nossos lábios, o que estamos querendo construir com nossas palavras. Elas determinam nosso mundo e o mundo que nos rodeia.
Sem dúvida, é difícil não se deixar contaminar pelo negativismo, a constante irritabilidade e a má vontade que imperam à nossa volta, mas ninguém perde em tentar. É um passo de cada vez. Quando a gente vê já está mais leve e o mundo à nossa volta nem parece ser tão ruim assim.

Bom dia!