Pesquisar este blog

domingo, 16 de abril de 2017

Fazer ou não diferença na vida das pessoas?

Resultado de imagem para imagem de fazer ou não diferença na vida das pessoasO papel que cada um de nós desempenha no mundo, no exato lugar em que vivemos, depende de cada um. Podemos simplesmente passar a vida sem nos importarmos muito com aquilo que acontece perto de nós e nem  com as pessoas com as quais convivemos. É assim que a maioria das pessoas prefere viver, ou seja, sem se meter na vida dos outros. Acreditam que dessa forma estão livres de problemas. 
Nada mais justo. Afinal de contas, evitar problemas é tudo o que mais queremos na vida, não é? Para quê se meter com aquilo que não lhe diz respeito?, perguntam-se. No entanto, por mais que se queira, não dá para fingir-se de morto o tempo todo diante de tudo o que acontece no mundo inteiro e à nossa volta. Até porque, chega uma hora em que os problemas que antes pensávamos que eram apenas dos outros, que não nos diziam respeito, batem á nossa porta e aí não podemos mais ficar alheios, somos obrigados a sair de nosso casulo e tomar uma posição ainda que seja apenas defensiva..
Nessa hora, descobrimos o quanto é importante interessar-se pelo que acontece longe e perto de nós. Isso serve, não só para nos prevenirmos, mas também para que aprendamos com as experiências dos outros. Além, é claro, nos faz descruzar os braços e conscientizar-nos de que sempre podemos fazer alguma coisa para ajudar aqueles que estão numa situação inferior à nossa. Ajuda que para nós,, muitas vezes, não custa muito esforço, mas que faz uma grande diferença na vida das pessoas. 
A decisão de fazer ou não diferença na vida de pessoas que não conhecemos e com as quais dificilmente teríamos contato de outra forma ou por outra razão que não seja pelo amor ao próximo, sempre será de cada um dia nós. Ninguém por ter um pouco mais de dinheiro, por ser um pouco mais inteligente ou por estar numa posição privilegiada é obrigado a ajudar os que nada têm e os que têm menos. Trata-se apenas de uma questão de bom senso. 
Independente de situação financeira ou qualquer coisa que seja, todos sempre têm algo que pode compartilhar: tempo, disposição, um carinho, um sorriso, um ouvido atento ao que outro está falando e até mesmo o nosso silêncio. Sim, muitas vezes aqueles que estão do nosso lado precisam do nosso silêncio e do nosso respeito.

Boa páscoa!