Pesquisar este blog

sábado, 14 de maio de 2011

O lugar que ocupamos no mundo.

     É muito comum passarmos a vida inteira (ou parte dela) lutando para conseguir alguma coisa que queremos bastante (pode ser posição social, emprego, formação cultural, amor, casamento ou qualquer outra coisa) e tão logo e arduamente conseguimos passamos a ter uma série de questionamentos: "Será que eu merecia tudo isso?" "Será que eu não estou tomando o lugar de alguém?" Poderia listar aqui um monte de perguntas que passamos a nos fazer. Passamos a agir como se conseguir as coisas num mundo onde, não raro, as pessoas costumam ficar de braços cruzados esperando que tudo lhes caia do céu, fosse pecado.
     Parece absurdo, mas é exatamente assim que querem que nos sintamos: culpados. Transformam as nossas lutas, nossa busca pelo conhecimento, nossa força para enfrentar as adversidades, nossa capacidade de se reinventar, nossos objetivos de melhorar de vida apenas como se fossem coisas de gente ambiciosa, que não aceita as suas limitações e que quer ocupar um lugar que não é seu.
     Não acredite nisso. Você tem o direito (e o dever) de sempre querer o melhor. Mais do que isso, temos que nos convencer que somos criados por Deus e que Ele preparou um caminho para nós nesse mundo que só nós podemos trilhar, mais ninguém. Sendo assim, não precisamos ter dúvidas quanto ao lugar que ocupamos, seja ele qual for. Nunca estamos ocupando o lugar de ninguém, ainda que isso possa parecer. 
    Não dê ouvidos à pessoas que, por não terem coragem de ir à luta, vêem qualquer iniciativa alheia de sair da inércia como uma provocação. E essas pessoas estão sempre por perto para nos lembrarem que estamos sonhando demais, querendo demais, enfim, elas querem que você desista de lutar, que você faça parte do time daqueles que não têm coragem de sair da caverna por medo do que vão encontrar do lado de fora.
     É claro que não é fácil se tornar uma pessoa corajosa e destemida da noite para o dia, pois somos condicionados para agir forma contrária. Na maioria das vezes somos convencidos a permanecer do jeito que estamos. Há quem diga que não se deve mexer em time que está ganhando. Pode até ser que isso funcione no mundo do futebol, mas na vida devemos estar sempre procurando nos desafiar, dar um passo à frente, descobrir e aprender coisas novas. É preciso estar constantemente reagindo contra o comodismo que impera em nossa volta, contra a nossa falta de fé.
     Portanto, se você está ocupando o primeiro lugar é porque esse lugar é seu. Você lutou, fez por merecer, conquistou e é isso que importa, não é? Caso você ainda esteja no caminho para chegar até esse sonhado posto, não desista de sua luta. Cada dia é um novo começar, uma nova chance que nos é dada. Só precisamos estar alerta e não perder nossos objetivos de vista. O resto é apenas papo de quem não tem coragem de ir à luta.

Boa sorte!