Pesquisar este blog

domingo, 19 de julho de 2015

O bem mais precioso.

Resultado de imagem para imagem de preto velhoUm pai, muito preocupado com o futuro do filho, resolveu procurar um guia espiritual. Cada um está livre para  entender "guia espiritual"  à sua maneira. Tanto pode ser um padre, um pastor, um pai de santo, um preto velho, um xamã,  um parente mais velho e sábio ou mesmo um amigo. Nesse caso, especificamente, o pai procurou um preto velho.
Era hábito antigo na família de vez em quando esquecerem que eram católicos apostólicos romanos, de missa todos os domingos, casamentos e batizados, e fazerem uma visitinha à tenda do "Pai Joaquim de Angola" . Tinham o preto velho quase como alguém da família e toda vez que tinham um problema era na porta dele que batiam.
E lá foi o pai em busca de alguma confirmação quanto ao futuro de seu rebento. Ele chegou, sentou-se diante da entidade, e começou a falar. Fez todos os elogios possíveis. Seu filho era o mais isso, o mais aquilo. O preto velho, entre uma pitada de cachimbo e outra, ouvia atentamente o que aquele pai dizia sem interferir.
Ao final do relato, o pai respirou fundo e completou:
- Vai, me diz aí. Meu filho tem um futuro brilhante, não tem?
O preto velho pitou mais um pouco, pigarreou, e  falou:
- Depois de todas essas maravilhas que você disse a respeito de seu filho, o velho chegou à uma conclusão.
- Que conclusão? - perguntou o ansioso pai.
- O seu filho tem apenas um bem nessa vida.
Ao ouvir aquilo o pai não conteve e falou:
- Como assim? Meu filho tem apenas um único bem? Mas ele...
O preto velho o interrompeu:
- Apenas um. 
O pai não podia aceitar e já estava pronto para sair porta a fora maldizendo o preto velho quando ouviu a entidade falar, depois de uma longa baforada:
 - Em compensação esse é o maior bem que uma pessoa pode ter durante toda a vida toda. 
Essa fala fez o pai respirar aliviado. O seu filho tinha o maior bem que alguém pode ter na vida. Ele não demorou a perguntar:
- Que bem tão precioso é esse?
O preto velho respondeu:
- A juventude. 
- A juventude!? - exclamou o pai.
- Sim. E diga pra ele que tome cuidado, pois ela passa rápido.
E dando uma risadinha, o preto velho não disse mais nada.

Bom domingo.