Pesquisar este blog

terça-feira, 23 de junho de 2009

Existe hora certa para as coisas?

Essa é uma entre as muitas perguntas que eu tenho me feito nos últimos tempos. E aí você pode se perguntar: E o que eu tenho com isso? É bem possível que provavelmente nada. Afinal, a crise existencial é minha. Mas a dúvida em questão diz respeito, quase exclusivamente, ao meu emprego. como já disse aqui em outra oportunidade, trabalho no mesmo emprego há mais de dezessete anos. Ficou assustado(a)? É isso mesmo. Mais de dezessete anos. Sabe um daqueles empregos que você entra para passar uma chuva, esperar que as coisas melhorem? Foi exatamente assim que eu pensei quando entrei nesse emprego. Iria ficar só uns meses e aí outras oportunidades iriam aparecer. Afinal, eu me considerava filho de Deus e portanto merecedor de "coisa melhor". Além do mais, eu iria vencer como ator, era só uma questão de tempo. Mas não foi isso que aconteceu. O filho de Deus aqui não foi merecedor de "coisa melhor" e o tempo foi passando. E aqui estou eu agora. Dentro de mim a eterna pergunta: Existe hora certa para as coisa? Posso largar o meu emprego e me aventurar por aí. Sabe o que me respondem? Não. Os tempos estão difíceis e ficaram ainda mais com a crise mundial. Emprego esta difícil. A partir de uma certa idade então? Eu ouço tudo isso e penso aqui com os meus botões: Será que algum dia os tempos estiveram fáceis? Para mim, pelo menos, não. Só conheci dureza. Mas como a esperança é a última que morre, resta esperar por dias melhores. Afinal, eu sou filho de Deus.