Pesquisar este blog

domingo, 5 de fevereiro de 2017

Não deseje nada ao outro que você não queira na mesma medida.

Resultado de imagem para imagem de somente deseje ao outro aquilo que você quer para si na mesma medidaMuito se fala da lei do retorno. Vez ou outra vê-se alguém alertando: "cuidando com aquilo que está desejando para o outro, isso volta para você". Apesar do constante alerta, continuamos a agir da mesma maneira. Basta ficarmos um pouco contrariados com alguém que lá estamos nós praguejando ou desejando que aquela pessoa se dê mal dessa ou daquela forma. Sempre escolhemos as piores privações para o nosso ofensor, afinal de contas, somos peritos em julgamentos sumários.
Quem nos vê agindo assim repete o alerta e  justificamos dizendo que a tal pessoa fez isso e aquilo e que, portanto, merece ser punida da forma mais severa possível. Cheia de boas intenções, a pessoa aprofunda o conselho avisando-nos que aquilo não se faz e que é melhor esquecer a ofensa, perdoar e seguir em frente.
É nessa hora que enfurecemos mais. Como pode uma coisa dessas? Nós não somos santos para perdoar as ofensas que recebemos, nem mesmo temos sangue de barata. E aí voltamos no tempo e agimos como se vivêssemos na época do antigo testamento> "Comigo é dente por dente e olho por olho" bradamos esquecidos de que Jesus veio para mudar essa lei e que agora a lei que devemos seguir é a lei do amor e do perdão.
Seja como for, o que precisamos entender é que tudo aquilo que desejamos aos outros vem para nós, cedo ou tarde, na mesma medida independente de termos ou não razão. Partindo desse princípio, não fica difícil entender que não é nada inteligente de nossa parte sair por aí desejando que coisas ruins aconteçam com as pessoas com as quais nos indispomos sabendo que isso volta para nós inexoravelmente. 
Todos sabemos que não é fácil perdoar. Ainda somos muito atrasados na pratica do perdão na forma que ensinada pelo mestre Jesus. No entanto, podemos tentar não alimentar o sentimento de ódio em nosso coração. Se não dá para perdoar apenas se afaste daquele que lhe fez aquela ação que julga ser má e que te prejudicou tanto. Deixe que o tempo cuide de fazer o acerto de contas. 
A lei da atração explica porque muitas vezes atraímos para nós situações e pessoas que não desejamos. É preciso olhar para dentro de nós e ver o que precisamos mudar em nossas atitudes e pensamentos para afastar situações desagradáveis e isso pode ser conseguido ao somente desejar aos outros aquilo que queremos para nós na mesma medida. Dessa forma acalmamos nosso coração  e ficamos em paz, dando e recebendo amor. 

Bom domingo.+

Nenhum comentário:

Postar um comentário