Pesquisar este blog

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

Feliz ano velho.

Resultado de imagem para imagem do william bonner 2012Dizem que o ano somente começa no Brasil quando o carnaval acaba. Verdade ou não, depois de vários dias de folia é hora de arregaçar as mangas e dar o pontapé no ano. Difícil talvez seja saber exatamente por onde começar. 

Lá  estão todas as contas que vencem tão logo o último folião deixa a avenida esperando que você as pague. Mas como pagar tanta conta se o dinheiro, o principal convidado desse começo de ano, parece tão sumido da praça? 

Os economistas falam mil e uma coisas, dão aqueles conselhos que está na cara que nem eles mesmos seguem, as pesquisas (que a gente nunca sabe onde foram feitas) apontam um quadro horrível.  Ou seja, o mar não está pra peixe. Fazer o quê numa situação dessas?

Os meios de comunicação parecem pregar o caos e o desespero. É notório o quanto se mostram felizes em anunciar as notícias mais aterrorizantes. Dá vontade de perguntar em que país o William Bonner vive. Será que ele não mora no Brasil e não está vivenciando toda essa situação? Que prazer mais mórbido é esse em dar tantas notícias ruins com a cara mais boa desse mundo?

Deixando o jornalista bem empregado que não se sente atingido nem por crises nem mesmo (se fosse o caso) terremotos pra lá e vamos cuidar das nossas contas. O ano finalmente está começando... Pera lá. Você acredita nisso? Pra você o ano só está começando agora?

Pra mim o ano já começou desde o dia 01 e não tem esse papo de que só começa depois do carnaval. Acho mesmo que isso é coisa do William Bonner e da turma dele. Eles não estão nem aí para a hora do Brasil e ficam inventando coisa. O nosso caso é bem outro. 

Por falar nisso, você vestiu a fantasia e brincou o carnaval? Se a resposta for sim, trate de encarar a realidade. A folga acabou e o calor está de matar camelo. Ar refrigerado só para o William e a turma dele enquanto te põe a par das mazelas do Brasil. Afinal de contas, energia elétrica anda pela hora da morte. Morte? Não esquece. Isso é coisa do William e da turma dele.


Boa segunda-feira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário